Loading...

O QUE É?

Método de diagnóstico por imagem que utiliza a radiação X para reproduzir “fatias” da região examinada. Várias são as modalidades de exames tomográficos, desde os métodos mais simples até os mais sofisticados/específicos.

A Tomografia Computadorizada pela técnica do feixe cônico/cone beam (CBCT) introduziu um novo conceito de tomografia computadorizada na região bucomaxilofacial, que por meio da rápida aquisição volumétrica produz imagens com altíssimo grau de definição e fidelidade, além da redução na dose total de radiação emitida ao paciente.

Além disso, ocorre a minimização dos artefatos de imagem em relação à TC médica, o que torna possível a realização de imagens com qualidade diagnóstica e precisão sub-milimétrica, mesmo na presença de estruturas metálicas (restaurações, pinos/núcleos, aparelhos ortodônticos).

APLICAÇÕES

Possibilita a observação de maneira individual, através das variações de tons de cinza (6 a 14 bites, dependendo do equipamento) dos tecidos que compõem o órgão dental, o espaço periodontal, a lâmina dura, a câmara pulpar, a cortical óssea compacta e a medular, com detalhes refinados do trabeculado/qualidade óssea com mensurações dento-esqueléticas verticais e horizontais a partir de 1:1mm.

DENTAL SLICE

Esta ferramenta possibilita a simulação e criação, de maneira realista, de planos de tratamento e leva em consideração não só os requisitos protéticos, mas também a quantidade de suporte ósseo para ancoragem dos implantes.

Estas simulações permitem que os implantes sejam inseridos e posicionados de maneira rápida e ágil. Além da precisão e da possibilidade de obter ângulos de visão da estrutura anatômica na janela 3D ( algumas vezes impossíveis de se alcançar durante a cirurgia ), qualquer plano de tratamento pode ser modificado através de ferramentas de exclusão e alteração dos implantes.

Para se obter um exame e trabalhar no DentalSlice, basta solicitar a tomografia do cone beam na Céfalo-X, onde serão convertidas para o ambiente DentalSlice, criando um arquivo que será enviado para o cirurgião.

Suas principais vantagens são a máxima previsibilidade da cirurgia, melhor comunicação entre as equipes cirúrgicas e protéticas, diminuição da necessidade de enxertos, grande ajuda para casos limítrofes e implantes zigomáticos e a possibilidade de testar vários planos de tratamento em um caso.

CIRURGIA GUIADA

É uma cirurgia realizada apenas com pequenas perfurações no tecido para instalar os implantes. A partir de um planejamento virtual realizado no DentalSlice, é feita a confecção de guias cirúrgicas (técnica de prototipagem rápida), e em seguida há a transferência precisa do posicionamento dos implantes do computador para o paciente.

PROTOTIPAGEM

É o processo de construção de modelos físicos da anatomia humana por técnicas de prototipagem rápida. São baseados nas tomografias computadorizadas do paciente, e podem ser feitos com material à base de gesso+resina (BioFast – rápido processo de prototipagem com custo mais baixo, melhor visualização de detalhes na superfície) ou resina acrílica (BioVisium – grande precisão de detalhes, protótipo transparente com estruturas internas destacadas em vermelho e modelo autoclavável) .